- Papo furado sobre qualquer coisa -

 

27

Feb

Livros infantis – Mr. Bliss

postado por Nelinha, jogando conversa fora sobre Ilustração e Livros

Durante minhas visitas às livrarias, o lugar que me toma mais tempo (algumas vezes, mais até que a sessão de quadrinhos) é a sessão infantil. Ok, pode me julgar. Fico um tempão folheando, procurando o nome dos ilustradores, passo por todas as idades e fico observando os pais, torcendo pra que eles escolham os livros com ilustrações bonitas e historinhas interessantes.
 
Bom, essa aqui se trata uma história infantil um bocado diferente. Mr. Bliss é mais uma das maravilhosas histórias de Tolkien feita especialmente para os próprios filhos. O Sr. Bliss é um senhor alto, que mora em sua casa branca com telhado vermelho, de cômodos altos porque só usava chapéus altos. Ele decide um dia, depois do café da manhã, comprar um carro. Saiu com seu chapéu verde porque seu giracoelho (mistura de girafa com coelho) lhe disse que faria um dia bonito. Para o giracoelho todos os dias eram bonitos.

 
Mr. Bliss
 

O que acontece em seguida é algo inacreditável. O desenrolar dessa história é algo que só poderia ter saído da mente de Tolkien. Visitas inesperadas, ursos falantes, passeio à casa dos Dorkins, piqueniques arruinados e uma turminha do barulho aprontando altas aventuras é só o começo dessa jornada hoje, na sessão da tarde.
 

Mr. BlissCorredor onde Mr. Bliss guarda seus chapéus
 

Mr. Bliss
 

Para os não iniciados em fantasia, a história pode parecer um bocado confusa, e acredito que mesmo as crianças da geração atual achariam a história bastante peculiar. Mas pros fãs do universo onírico e principalmente pros fãs de Tolkien levanta a mão eis aqui uma história extraordinária.
 

A edição brasileira da Martins Fontes traz ao lado do texto original a tradução da história que foi escrita manualmente pelo Professor. Completamente preservado nas páginas impares, o manuscrito traz a letra difícil de decifrar ê caligrafia inclusive com as rasuras e correções que ele fez sem nenhuma cerimônia no livro destinado aos próprios filhos. Pai dedicado que era, escreveu e ilustrou ele mesmo, fazendo observações a todo o momento sobre as cenas que estavam desenhadas.

 
Mr. BlissNas últimas duas linhas, Tolkien escreve: “Estou cansado de desenhar” :)
 

Mr. Bliss foi escrito na década de 1930 e relata as próprias desventuras de Tolkien com seu primeiro automóvel. O trio de ursos que aparecem na história, Archie, Teddy e Bruno, são referências dos ursos de pelúcia dos filhos. Segundo li no Valinor e na Wikipedia, Mr. Bliss seria um alívio cômico para os leitores ávidos por mais aventuras sobre hobbits. Infelizmente, as ilustrações aquareladas e pintadas com lápis de cor teriam tornado o custo da publicação inviável. Sendo assim, Tolkien até concordou em refazer as ilustrações, deixando mais simples, mas o Professor era um cara ocupado por demais. Mr. Bliss e seus amigos acabaram sendo engavetados e foram vendidos posteriormente pra Universidade Marquette em 1957. Os manuscritos só foram publicados postumamente em formato de livro em 1982.
 
Apesar da confusão que pode parecer a princípio, Mr. Bliss é uma das mais bonitas publicações de Tolkien. Aqui é possível enxergar diversos aspectos da própria personalidade dele. A dedicação, inventividade e caráter estão aqui, impressos em 50 páginas da mais bela fantasia.
 

Mr. BlissTexto traduzido à esquerda, texto original à direita
 
Mr. BlissMr. Bliss e seu automóvel :)
 
Mr. BlissTradução

 

    Comenta aí: