img_7977

jogando conversa fora sobre Viagens

Sete dias na Croácia – 2/2

14 de novembro, 2016

Continuando com as indicações da Croácia, hoje vou falar sobre os custos da viagem.

Passagens

Nesse ponto a minha indicação se complica um pouco. Como fomos da Inglaterra a passagem foi bem mais barata por ser eh um voo de apenas duas horas. Em uma pesquisa rápida no Submarino Viagens, um voo saindo de Sao Paulo GRU pra Split na Croácia fica em aproximadamente em R$ 2.810,40 na última semana de agosto. Esses preços podem variar de acordo com a época e também de tempos em tempos você pode achar alguma promoção, mas de qualquer forma o preco nao eh diferente da maioria dos voos pra Europa.

(mais…)

13 de novembro, 2016

Pensamentos

                            “Take only memories, leave only footprints.”                             

Chief Seattle
img_7864

jogando conversa fora sobre Viagens

Sete dias na Croácia – 1/2

16 de outubro, 2016

Esse post ficou originalmente com cinco páginas no Google Docs, por isso decidi dividi-lo em duas partes pra facilitar a vida de todo mundo.

Mês passado, pra comemorar o aniversário de 2 anos de casamento, fomos passar uma semana na Croácia. Desde que nos casamos entramos em um acordo de nunca darmos presente no aniversário de casamento, em vez disso fazemos uma viagem, que na verdade serve como presente pra nós dois, afinal, a gente aproveita junto e com mesma intensidade. Decidimos usar a mesma lógica também pra presentes de natal e dia dos namorados.

A viagem spoiler alert foi maravilhosa. Visitamos a cidade de Split, e na verdade poderíamos ter visitado outras cidades na Croácia e até mesmo em outros países com todo esse tempo, mas o nosso estilo de viagem é esse, ficar em um lugar só e aproveitar o máximo possível. Fomos no final do verão, mas ainda pegamos o tempo bom e a praia. A comida é boa, o povo é maravilhoso e de forma geral não tenho nada do que reclamar ou criticar. Mas vou tentar resumir o passeio de forma prática e dar algumas dicas pra quem quiser fazer da Croácia o próximo destino.

(mais…)

15 de outubro, 2016

Pensamentos

“Shadow deitou-se e fechou os olhos, e como não tinha nada a que se agarrar, agarrou-se aos sonhos”

Neil Gaiman Deuses Americanos
stuart-murdoch-interview-belle-sebastian-1

jogando conversa fora sobre Música

Indicação musical: Belle and Sebastian

22 de abril, 2016

Hoje quero indicar uma das minhas bandas preferidas desde que me mudei pra cá. Belle and Sebastian é uma banda escocesa que atualmente já está bem conhecida no meio inde/alternativo.

 

Eu gosto deles porque tem sempre esse tom alegre e despreocupado nas músicas, mesmo quando elas falam de tristeza e nostalgia. A música que vou deixar aqui é a minha preferida do álbum novo, ela tem uma pegada um pouco mais eletrônica mas sem perder a identidade da banda:

   

Mais uma vez vou deixar o link do perfil deles no Spotify e a minha música favorita da banda que é também a mais conhecida:

 

jogando conversa fora sobre A vida, o Universo e tudo mais

5 Lugares subestimados ou desconhecidos em Londres

20 de abril, 2016

Você pode até achar que viver em Londres é se resume a tomar chá e andar com monóculo na rua, caminhar tranquilamente dando bom dia enquanto todos à sua volta são extremamente cavalheiros, mas a realidade da vida na capital inglesa é um pouco mais complicada. A correria, o barulho e a poluição são os elementos básicos da vida em Londres. E acima de tudo, viver em Londres é ter de conviver com os turistas todos os dias, em qualquer época do ano. Você acaba se acostumando com eles, assim como eles se acostumam com você, mas o que eu me pergunto todos os dias quando vejo um grupo de asiáticos procurando o Big Ben no mapa é: Será que eles já visitaram Neal’s Yard? Será que já foram em St Dunstan? Será que sequer ouviram falar no Highgate Cemetery?

 

Certas coisas só se descobre depois de algum tempo. Certas coisas não se acham em listas na internet, e as melhores são por pura sorte. Como vou receber duas amigas em breve pra visitarem Londres, comecei a pensar intensamente em tudo que quero que elas vejam e resolvi compartilhar alguns dos lugares que normalmente passam batido.

 

Richmond Park

 
via DailyMail

via DailyMail

 

Um dos principais motivos para esse lugar ficar despercebido é que ele fica um bocado longe do centro da cidade, são 40 minutos saindo de Victoria Station, além de ficar na zona 4, o que encarece um pouco a passagem. Se a sua viagem é bem rápida e você não tem muito tempo eu realmente não recomendo a visita, mas se você está com mais tempo ou se essa é a sua segunda visita a Londres então vá com certeza, vale muito a pena. O parque, além de muito bonito, proporciona uma imersão que te faz esquecer que está na maior capital europeia. E sim, você pode ver os cervos de verdade e bem de perto.

 

Greenwich

 
via Pinterest

via Pinterest

 

A região de Greenwich em geral, apesar de popular, passa despercebida pra muitos turistas, especialmente os que vêm de outros continentes. Apesar de não estar na rota da maioria dos turistas, é definitivamente um lugar que vale a pena ser visitado. Além do observatório, que é onde é marcado o meridiano de Greenwich, e o do parque, outra pérola de Greenwich é certamente o mercado. Assim como os mercados de Camden e Portobello, que são os mais famosos, no mercado de Greeenwich você também encontra antiguidades, artesanatos, vestuários, comida e tudo isso, a diferença é que aqui você também encontra artefatos com uma temática marítima. Além disso Greeenwich tem esse clima de docas e navios que faz você se apaixonar imediatamente, em especial se você gosta de piratas. Se você está na região, não deixe também de ver o Royal Naval College e o National Maritime Museum. Ah, não se esqueça é claro de sentar em um pub próximo ao rio pra tomar um pint e comer fish and chips.

 

British Library

 
via Pinterest

via Telegraph

 

A British Libray é simplesmente uma preciosidade. Além de ser um lugar muito imponente, é de derreter o coração de qualquer leitor. Além de ser a segunda maior biblioteca do mundo, ela abriga publicações e manuscritos raros, publicações do século 15 e também tem um acervo audio-visual de materiais raros. A visita vale a pena, nem que seja de passagem. De qualquer forma é interessante ver quanto conhecimento está abrigado em um lugar como esse. Passe por lá se você estiver na região de King’s Cross, a entrada é gratuita.

 

The Temple church

 
via knightstemplarorder.org

via knightstemplarorder.org

 

A Temple Church é um lugar interessante pra se visitar se você estiver na região de Temple. Se você vai visitar St. Paul’s Cathedral ela fica a 13 minutos de caminhada. Como o nome diz, essa é uma igreja construída pelos cavaleiros Templários na metade do século 12 com o objetivo de ser um quartel general. Se você gosta de história, principalmente de idade média é um lugar que vale muito a pena ser visto. A arquitetura, apesar de simples, é carregada de história e além disso você pode ver o túmulo dos templários que foi conservado até os dias atuais.

 

Crystal Palace Park

 
via secretldn.com

via secretldn.com

 

O Crystal Palace Park é conhecido por dois motivos, o primeiro é que lá você encontra esculturas bastante inusitadas de dinossauros e o segundo é você também pode encontrar um labirinto de verdade. Este lugar também não é muito indicado caso você esteja com pouco tempo. Mas se você está em Londres por uma temporada um pouco mais longa ou se você está aqui estudando e precisa de uma folga da agitação da cidade, vá ao Cristal Palace Park, é o lugar perfeito pra escapar da correria e do Mind The Gap que não sai da sua cabeça.

 

Bônus: Hoxton Street Monster Supplies

  hoxton  

Um dos motivos pra eu simplesmente amar Londres é que aqui você acha qualquer coisa que imaginar. Eu disse QUALQUER coisa, pode acreditar. Esse lugar é uma prova disso. O Hoxton Street Monster Supplies é uma loja de, sim, suplementos para monstros. Aqui você pode encontrar jarros com luz do dia e luz da lua, Vaga sensação de mal-estar, Terror Mortal além de sal feito de lágrimas de riso, tristeza, inveja, raiva e tédio. Claro que é uma loja de presentes, e todos esses jarros com coisas bizarras na verdade contém balinhas, doces, geleias e temperos, mas a ideia dessa loja é fruto do típico humor inglês, é o lugar perfeito pra achar um presente criativo pra qualquer pessoa, desde um amigo de infância e até pra sua avó.