stuart-murdoch-interview-belle-sebastian-1

jogando conversa fora sobre Música

Indicação musical: Belle and Sebastian

22 de April, 2016

Hoje quero indicar uma das minhas bandas preferidas desde que me mudei pra cá. Belle and Sebastian é uma banda escocesa que atualmente já está bem conhecida no meio inde/alternativo.

 

Eu gosto deles porque tem sempre esse tom alegre e despreocupado nas músicas, mesmo quando elas falam de tristeza e nostalgia. A música que vou deixar aqui é a minha preferida do álbum novo, ela tem uma pegada um pouco mais eletrônica mas sem perder a identidade da banda:

   

Mais uma vez vou deixar o link do perfil deles no Spotify e a minha música favorita da banda que é também a mais conhecida:

 

jogando conversa fora sobre A vida, o Universo e tudo mais

5 Lugares subestimados ou desconhecidos em Londres

20 de April, 2016

Você pode até achar que viver em Londres é se resume a tomar chá e andar com monóculo na rua, caminhar tranquilamente dando bom dia enquanto todos à sua volta são extremamente cavalheiros, mas a realidade da vida na capital inglesa é um pouco mais complicada. A correria, o barulho e a poluição são os elementos básicos da vida em Londres. E acima de tudo, viver em Londres é ter de conviver com os turistas todos os dias, em qualquer época do ano. Você acaba se acostumando com eles, assim como eles se acostumam com você, mas o que eu me pergunto todos os dias quando vejo um grupo de asiáticos procurando o Big Ben no mapa é: Será que eles já visitaram Neal’s Yard? Será que já foram em St Dunstan? Será que sequer ouviram falar no Highgate Cemetery?

 

Certas coisas só se descobre depois de algum tempo. Certas coisas não se acham em listas na internet, e as melhores são por pura sorte. Como vou receber duas amigas em breve pra visitarem Londres, comecei a pensar intensamente em tudo que quero que elas vejam e resolvi compartilhar alguns dos lugares que normalmente passam batido.

 

Richmond Park

 
via DailyMail

via DailyMail

 

Um dos principais motivos para esse lugar ficar despercebido é que ele fica um bocado longe do centro da cidade, são 40 minutos saindo de Victoria Station, além de ficar na zona 4, o que encarece um pouco a passagem. Se a sua viagem é bem rápida e você não tem muito tempo eu realmente não recomendo a visita, mas se você está com mais tempo ou se essa é a sua segunda visita a Londres então vá com certeza, vale muito a pena. O parque, além de muito bonito, proporciona uma imersão que te faz esquecer que está na maior capital europeia. E sim, você pode ver os cervos de verdade e bem de perto.

 

Greenwich

 
via Pinterest

via Pinterest

 

A região de Greenwich em geral, apesar de popular, passa despercebida pra muitos turistas, especialmente os que vêm de outros continentes. Apesar de não estar na rota da maioria dos turistas, é definitivamente um lugar que vale a pena ser visitado. Além do observatório, que é onde é marcado o meridiano de Greenwich, e o do parque, outra pérola de Greenwich é certamente o mercado. Assim como os mercados de Camden e Portobello, que são os mais famosos, no mercado de Greeenwich você também encontra antiguidades, artesanatos, vestuários, comida e tudo isso, a diferença é que aqui você também encontra artefatos com uma temática marítima. Além disso Greeenwich tem esse clima de docas e navios que faz você se apaixonar imediatamente, em especial se você gosta de piratas. Se você está na região, não deixe também de ver o Royal Naval College e o National Maritime Museum. Ah, não se esqueça é claro de sentar em um pub próximo ao rio pra tomar um pint e comer fish and chips.

 

British Library

 
via Pinterest

via Telegraph

 

A British Libray é simplesmente uma preciosidade. Além de ser um lugar muito imponente, é de derreter o coração de qualquer leitor. Além de ser a segunda maior biblioteca do mundo, ela abriga publicações e manuscritos raros, publicações do século 15 e também tem um acervo audio-visual de materiais raros. A visita vale a pena, nem que seja de passagem. De qualquer forma é interessante ver quanto conhecimento está abrigado em um lugar como esse. Passe por lá se você estiver na região de King’s Cross, a entrada é gratuita.

 

The Temple church

 
via knightstemplarorder.org

via knightstemplarorder.org

 

A Temple Church é um lugar interessante pra se visitar se você estiver na região de Temple. Se você vai visitar St. Paul’s Cathedral ela fica a 13 minutos de caminhada. Como o nome diz, essa é uma igreja construída pelos cavaleiros Templários na metade do século 12 com o objetivo de ser um quartel general. Se você gosta de história, principalmente de idade média é um lugar que vale muito a pena ser visto. A arquitetura, apesar de simples, é carregada de história e além disso você pode ver o túmulo dos templários que foi conservado até os dias atuais.

 

Crystal Palace Park

 
via secretldn.com

via secretldn.com

 

O Crystal Palace Park é conhecido por dois motivos, o primeiro é que lá você encontra esculturas bastante inusitadas de dinossauros e o segundo é você também pode encontrar um labirinto de verdade. Este lugar também não é muito indicado caso você esteja com pouco tempo. Mas se você está em Londres por uma temporada um pouco mais longa ou se você está aqui estudando e precisa de uma folga da agitação da cidade, vá ao Cristal Palace Park, é o lugar perfeito pra escapar da correria e do Mind The Gap que não sai da sua cabeça.

 

Bônus: Hoxton Street Monster Supplies

  hoxton  

Um dos motivos pra eu simplesmente amar Londres é que aqui você acha qualquer coisa que imaginar. Eu disse QUALQUER coisa, pode acreditar. Esse lugar é uma prova disso. O Hoxton Street Monster Supplies é uma loja de, sim, suplementos para monstros. Aqui você pode encontrar jarros com luz do dia e luz da lua, Vaga sensação de mal-estar, Terror Mortal além de sal feito de lágrimas de riso, tristeza, inveja, raiva e tédio. Claro que é uma loja de presentes, e todos esses jarros com coisas bizarras na verdade contém balinhas, doces, geleias e temperos, mas a ideia dessa loja é fruto do típico humor inglês, é o lugar perfeito pra achar um presente criativo pra qualquer pessoa, desde um amigo de infância e até pra sua avó.

learn-polish-its-easy

jogando conversa fora sobre A vida, o Universo e tudo mais

Aprendendo uma terceira língua

18 de April, 2016

Recentemente eu finalizei o curso introdutório de polonês e decidi continuar a minha saga com o idioma eslavo e me inscrevi para a continuação do curso. “Pera, polonês? Pra que você tá aprendendo polonês menina?”. Sim, decidi aprender um idioma falado por apenas um país no mundo e apesar das minhas preocupações no começo, confesso que me apaixonei pela língua e quero aprender o máximo que minha capacidade mental permitir.

 

Estar casada com um Polonês me fez prestar atenção em como os outros casais “internacionais” agem, e percebi que muitos parceiros, especialmente os falantes nativos de inglês, sequer se preocupam em aprender a língua do outro. Acho isso muito triste, porque uma das melhores coisas de se estar casado com uma pessoa de nacionalidade diferente é estar em contato direto com uma cultura completamente nova e descobrir todos os aspectos dessa cultura, uma delas é a língua. Comecei naturalmente a aprender algumas palavras por conta da frequência em que as ouvia. Muitas coisas eu ouvia mas ainda sim não faziam sentido. No ano passado, meu digníssimo me presenteou no meu aniversário com um curso introdutório de polonês, que é o básico do básico pra começar a entender o complicadíssimo idioma eslavo.

  (more…)

jogando conversa fora sobre Uncategorized

Um dia desses #Inverno

19 de February, 2016

Ano passado eu cometi um crime terrível: deixei minha câmera guardada e não usei sequer uma vez. Quando estava revisando meus objetivos pra esse ano, decidi voltar a fotografar esse ano e pra me ajudar com esse objetivo vou criar alguns posts fotográficos aqui no blog pra me manter na linha e não me esquecer de fotografar. Como já fiz um post sobre as melhores coisas do inverno, decidi levar a câmera comigo pro trabalho e fotografar pequenos detalhes das coisas que vejo no caminho. O resultado foi esse aqui:

  1   2   3   4   5   6   7   7,5   8   9   10
BlossWEB-e1421930266532

jogando conversa fora sobre Música

Indicação musical: Blossoms

15 de February, 2016

Ultimamente eu ando descobrindo uma quantidade absurda de novas bandas e acabei decidindo compartilhar aqui algumas delas. No trabalho passamos o dia inteiro ouvindo a BBC 6 Music, que é uma rádio da BBC que tem um viés mais alternativo, e por aí acabei conhecendo muita que eu nem sabia que existia e músicas de qualidade muito boa.

 

A banda que vou indicar esse mês, que é também a minha mais recente obsessão, é Blossoms, uma banda de Manchester formada em 2013. É claro que eles só podiam ser de Manchester, e é engraçado constatar a quantidade de boas bandas que essa cidade produz, vide Arctic Monkeys, Oasis, New Order e por aí vai.

 

O Blossoms, apesar de ser uma banda bem nova e com um som bastante moderninho, ainda tem aquela pegada de rock alternativo do norte da Inglaterra. A voz rasgada, a pegada meio dançante, tudo na mais perfeita dose pra fazer você não querer parar de ouvir.

 

A primeira música que ouvi foi essa aqui, e ainda é minha favorita:

    Mas enfim, eles tem muitas outras boas músicas, vou deixar o link pro perfil deles no Spotify:  
10853139_628390853955244_814686938_n

jogando conversa fora sobre A vida, o Universo e tudo maisDesign

As melhores coisas do inverno

10 de February, 2016

Aqui no hemisfério norte estamos no meio do inverno, mas pra minha sorte não faz tanto frio assim aqui na terra da rainha. Não gosto de temperaturas extremas, pra mim o ideal é acima de 15o. e abaixo de 30o. Mas pela primeira vez na vida estou entendendo o que são as estações de verdade e apesar de não gostar muito do frio, comecei a apreciar algumas coisas que só tem estação favorita da Elza e que nunca pude apreciar antes porque cresci no meio do cerrado, onde a temperatura mínima é de 20o.

 

Mulled Wine

 
Via Pinterest

Via Pinterest

Essa foi a minha descoberta favorita do inverno. Infelizmente só se encontra na época de natal, principalmente nas feirinhas natalinas. Mas o melhor de tudo é que nem precisa sair de casa pra fazer mulled wine, alguns mercados já vendem um pacote com tudo que você precisa misturar no vinho e a receita é bem fácil. Vou deixar aqui a receita:

           

Cachecóis

 
via Pinterest

Via Pinterest

Em geral não gosto muito da “moda de inverno” simplesmente porque acho muito pouco prático e fico irritada de sair de casa com tantas camadas de roupa. Mas no inverno acabei descobrindo uma paixão por cachecóis. Ao contrário dos casacos de inverno, você pode ter vãaaarios cachecóis, no meu caso um pra cada tipo de humor. Cachecóis são muito amor, e nunca são demais.

   

Ventinho Frio

 
Via Pinterest

Via Pinterest

Aquele ventinho frio no rosto quando caminhamos na rua é uma maravilha. Mas também depende da temperatura. Na Polônia a temperatura era de -10o. e esse vento paraliza a sua cara e você não consegue nem levantar a sobrancelha. Mas quando o vento é em uma temperatura de 7o. é muito bom :)

     

Chá

 
Via Pinterest

Via Pinterest

Dentre as categorias em que você pode classificar uma pessoa, eu sempre fui uma pessoa do café. Sou uma viciada assumida e bebo café todo dia, toda hora, independente do clima. Mas acabei descobrindo todo um novo universo na indústria do chá bota o monóculo. Encontrei chás de todas as variedades de sabores, e tenho gostado bastante de garimpar novas marcas e tipos de chás.

   

Cobertor + Netflix + Chocolate quente

 
Via Pinterest

Via Pinterest

Isso eu já fazia em casa quando morava no Brasil, aqui eu só mudei a época do ano. Nada melhor na vida do que maratona de séries ou maratona de filmes junto com um cobertor bem quentinho, pijama e um chocolate quente. Essa é a receita da felicidade pro inverno em qualquer lugar, não importa se a temperatura é -20o. ou 20o.

     

Coisas que não gosto

 
Via Pinterest

Via Pinterest

Claro que também tem o lado ruim, no caso da Inglaterra, quando chove por 2 dias seguidos sem parar. A depressão de ver o entardecer às 3 da tarde, a saudade do sol e de poder sair sem cinco camadas de roupa podem incomodar um bocado, mas o melhor de tudo é que dura só três meses e daí você tem que se preparar pra dar as boas vindas à nova estação :)